O usuário Antonio Edgar Santos, que mora em Curitiba, é o primeiro deficiente visual a receber a conta de água em Braille. Ele recebeu em sua casa uma cópia da fatura emitida pelo leiturista no dia 6 de setembro. Para receber a conta em Braille, os deficientes visuais precisam cadastrar-se na Sanepar. Basta telefonar para o número 115. A partir do mês seguinte, a cópia da conta será enviada pelo correio.

Até agora 75 deficientes visuais se inscreveram junto à Sanepar. Para cadastrar-se o cliente deverá ter em mãos uma conta de água ou o número da matrícula. Pelo telefone 115 a atendente solicitará os dados pessoais que, conferidos com os registrados na Sanepar, passam a incluir o cliente na relação dos atendidos com a conta em Braille. Se houver alteração de dados, o cadastramento só poderá ser feito pessoalmente. Até o início de outubro, já deverá estar em operação um programa que irá permitir o cadastramento pela Internet.

Para Antonio, receber a cópia da fatura mensal em Braille representa ?acesso à informação. A iniciativa da Sanepar abriu caminho para que outras empresas façam o mesmo. Estou feliz em poder verificar o valor que pagarei pela água, saber qual é o consumo de minha casa e tantas outras informações que antes eu dependia de alguém ler para mim.?

A emissão da conta em Braille segue determinação da Lei Estadual n.º 15.427, que entrou em vigor dia 30 de julho. A lei foi proposta pelo então deputado Natálio Stica.