A Fundação Cultural de Curitiba (FCC) confirmou, ontem, o empate técnico das escolas Acadêmicos da Realeza e Mocidade Azul no desfile de Carnaval de 2012. Apesar de o regulamento, elaborado em conjunto com representantes das escolas de samba, não prever a possibilidade de interposição de recursos na fase da apuração final, a Comissão Executiva do Carnaval analisou os pedidos apresentados pelas agremiações Embaixadores da Alegria e Acadêmicos da Realeza, mas ambos foram negados.

A Acadêmicos da Realeza questionou o empate técnico com a Mocidade Azul e a decisão pela anulação do voto de um dos jurados no quesito alegorias, que apresentou rasuras. Já a Embaixadores da Alegria pediu a anulação do quesito samba-enredo e questionou o fato de não ter sido feito desempate no resultado final por meio do sorteio de um dos quesitos.

Rasuras

Em nota postada no Facebook, a FCC alegou que o sorteio de um dos quesitos não definiu o vencedor e o regulamento é omisso em relação a outro critério de desempate. A FCC informou que as notas do quesito samba-enredo não serão anuladas, já que o regulamento só prevê anulação em caso de rasura ou nota inferior a 5.