As polícias rodoviárias iniciam hoje operações especiais para garantir a segurança nas estradas paranaenses durante o feriado mais extenso do ano. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) e Batalhão de Polícia Rodoviária (BPRv) da PM vão intensificar a fiscalização a partir de hoje, com foco no combate à ingestão de bebidas alcóolicas pelos motoristas, ultrapassagens irregulares e excesso de velocidade.

A PRF iniciou à zero hora de hoje a “Operação Semana Santa/Tiradentes”. “A PRF estará fiscalizando com novos radares, que registram a velocidade do veículo a mais de um quilômetro de distância. Além de contar com policiais de outras regionais, especializados em operar estes equipamentos”, diz o chefe substituto da comunicação social da PRF no Paraná, Cristiano Mendonça.

Nas rodovias estaduais, todo o efetivo do BPRv, inclusive os policiais militares que atuam em setores administrativos, estará mobilizado para a “Operação Páscoa”. A operação começa às 14h de hoje e segue até o final da noite de segunda-feira. “Realizaremos a operação independente da situação climática para trazer mais segurança às pessoas”, afirma o Comandante do BPRv, tenente-coronel Daniel dos Santos.

Obras

Na BR-376, que leva às praias de Santa Catarina, há três trechos com obras em pontes, com redução de uma faixa de circulação. A Autopista Litoral Sul, concessionária que administra o trecho, informa que em casos de alto fluxo há a possibilidade de abertura de uma faixa extra. A expectativa é de grande movimento: cerca de 39 mil veículos devem circular por dia entre Curitiba e Palhoça, nas BRs 116, 376 e 101.

Na BR-277, sentido ao litoral, o fluxo de veículos é desviado por um trecho de 600 metros em mão dupla no quilômetro 18, em Morretes, devido à obra de reconstrução da ponte sobre o Rio Jacareí. A concessionária Ecovia informa que nos horários de maior circulação haverá operação especial. Durante todo o feriadão, 126 mil veículos devem circular nos dois sentidos da rodovia.

A Estrada da Graciosa continua interditada, depois de uma queda de barreira, em março. Nesta semana, técnicos do Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR) fazem avaliações na região, mas as obras de reparo da estrada só vão começar depois do feriadão.

Interior

As concessionárias Caminhos do Paraná com rodovias do Centro-Sul do estado e Rodonorte nas regiões dos Campos Gerais e Norte vão suspender as obras durante o feriado. A Viapar, que administra mais de 500 quilômetros de rodovias do Norte e Noroeste, espera um aumento de 20% no fluxo de carros e também vai suspender as obras. Na Região Oeste, a Ecocataratas também suspenderá as obras, já que o movimento deve ser 45% maior.

Mais de 58 mil pessoas na rodoviária

Cerca de 58,5 mil pessoas deverão deixar Curitiba durante o feriado da Páscoa, embarcando na rodoviária até sexta-feira. As cidades do interior paranaense são os locais procurados, segundo a Urbs Urbanização de Curitiba S/A, que administra o terminal.

O maior movimento é aguardado para hoje, quando 25,5 mil deverão embarcar e deixar a cidade em 760 ônibus. Já na Sexta-feira Santa, a previsão é de que 590 ônibus deixem o terminal, com 19 mil passageiros.

Do total de passageiros, 40% viajam aos municípios do interior do Paraná. As cidades catarinenses são destino dos 25% de quem viaja, enquanto 15% se dirigem ao litoral paranaense. Outros 12% viajam para São Paulo (capital) e cidades próximas. Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul são destinos procurados por cerca de 4% dos demais viajantes.

Como o local continua em obras, a orientação da Urbs é para os passageiros fiquem atentos &agrave,;s placas de sinalização. Entre os novos espaços que integram a rodoviária estão salas de embarque, praça de alimentação, salas de espera, elevadores, escadas rolantes, novos sanitários e dez novas plataformas de desembarque.