A violência no trânsito causou mortes também nas rodovias na véspera do feriado. Praticamente no mesmo horário de um acidente no Centro de Curitiba, o corpo de uma mulher, provavelmente atropelada por vários veículos, foi encontrado no quilômetro 100 do Contorno Leste, a BR-116, em São José dos Pinhais.

 

A vítima foi completamente mutilada e estava irreconhecível. A Polícia Rodoviária Federal acredita que muitos carros podem ter passado sobre o corpo da vítima sem enxergar, já que ainda estava escuro quando o cadáver foi localizado. Ela não portava documentos e vestia calça jeans e blusa azul.

 

Na mesma cidade, outras duas pessoas morreram atropeladas na noite anterior. Às 23h40, Reginaldo Silvestre, 33 anos, morreu atropelado por um ônibus de turismo de Santa Catarina no quilômetro 619 da BR-376. Pouco mais de duas horas antes, o pedreiro José Borges, 64 anos, foi atropelado por uma camionete Frontier, com placas de Curitiba, no quilômetro 76 da BR-277.