Um bar e uma casa noturna foram fechados durante a Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu) em Paranaguá, no litoral, na noite da última quarta-feira.

Dos nove estabelecimentos vistoriados, apenas os dois foram interditados pela Vigilância Sanitária Estadual por falta de higiene dentro da cozinha dos estabelecimentos.

No total, 120 pessoas foram abordadas e uma mulher foi detida por favorecimento à prostituição dentro de uma casa noturna. A equipe emitiu ainda 24 autuações administrativas.

Segundo o coronel Honório Olavo Bortolini, coordenador estadual da Aifu, a chuva atrapalhou a fiscalização e muitos locais estavam fechados, o que impossibilitou a vistoria.

“Apesar da chuva, nós conseguimos desempenhar um bom trabalho em Paranaguá e voltaremos à cidade para fiscalizar estes estabelecimentos que estavam fechados”, disse.

A Aifu é uma ação coordenada pela Secretaria da Segurança Pública em que participam diversos órgãos com o intuito de fiscalizar os estabelecimentos comerciais.

Participaram da ação as Polícias Civil e Militar, Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária, Instituto Ambiental do Paraná (IAP), Conselho Tutelar, Justiça Estadual e fiscais da prefeitura. Trinta e duas pessoas, dentre policiais e agentes de fiscalização estiveram presentes na ação.

Esta foi a primeira vez que a Aifu realizou uma operação noturna na cidade. Na terça-feira, dia 26, a Vigilância Sanitária Estadual, durante Aifu, interditou 14 restaurantes e lanchonetes em Paranaguá.

As interdições foram por falta de higiene e má conservação de alimentos. Até quarta-feira, quatro estabelecimentos sanaram todos os problemas encontrados pelos fiscais e foram reabertos.