A prefeitura de Curitiba e a Copel foram ontem conferir a fiação dos postes da Rua Riachuelo para detectar possíveis irregularidades. Desrespeito à altura mínima de cinco metros, exigida pelas normas vigentes, rendeu notificação às empresas Oi, Embratel e NET e multa à GVT, porque já tinha sido notificada. As punições serão aplicadas pela Copel, dona dos postes. As empresas têm 15 dias para regularizar a situação. A multa varia de R$ 400 a R$ 450 por poste. A fiscalização também será nos postes da prefeitura. São cerca de 700 somente no Centro.

O administrador da Regional Matriz, Maurício Figueiredo de Lima Neto, explica que houve abertura de diálogo com as empresas que usam os cabos nos postes depois de muitas reclamações da comunidade e de acidentes, como os casos de caminhões que arrebentam os fios. As conversas tiveram início em julho e as empresas tiveram prazo de 90 dias para limpeza e regularização do cabeamento na região central. Para as outras regiões da cidade, a data limite é 10 de dezembro.

Novas tecnologias

Segundo a prefeitura, não houve necessidade de retirada de cabos, com exceção da fiação particular que interligava sistema de vigilância por câmeras em lojas de um comerciante. Lima Neto lembra que há grupos de trabalho estudando novas tecnologias na tentativa de minimizar ou eliminar o problema com a fiação, como o cabeamento subterrâneo. Na Riachuelo, por exemplo, parte da rua já tem estrutura para isto.

Defesa

A GVT informou que destacou equipes técnicas para readequar os fios na altura estabelecida pelos órgãos competentes e que a situação será regularizada hoje. A empresa ressaltou que ainda não foi notificada da multa e enfatizou que cumpre as normas estabelecidas pelos poderes públicos e contratos que regem a utilização dos postes. A Oi afirmou que é a concessionária e primeira locatária nos postes e vai trabalhar para regularizar o que for necessário. A Embratel diz que não foi notificada e atua em conformidade com a prefeitura.  

A NET declarou que segue os padrões técnicos estabelecidos em contrato com a concessionária de energia elétrica. Durante a visita de ontem, uma equipe técnica esteve no local e, segundo a empresa, não foi apresentada nenhuma irregularidade conforme os itens avaliados. A NET esclarece que vai providenciar as devidas correções assim que receber a notificação.