As forças policiais do Paraná (Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros) farão um trabalho especial no litoral do Estado durante a virada do ano, no próximo domingo (31). Entre as ações estão blitzes policiais integradas, além do trabalho preventivo rotineiro, e ações de Polícia Judiciária, de Corpo de Bombeiros. As ações especiais ocorrem também nas estradas que cortam o litoral.

“Estamos preparados para dar ao veranista a tranquilidade e a segurança que ele precisa para esperar o novo ano”, garante o Coordenador Geral do Verão Paraná 2017/2018 e Secretário Chefe da Casa Militar, coronel Élio de Oliveira Manoel.

Foram feitas diversas reuniões a fim de que os trabalhos no litoral fossem devidamente integrados e otimizados, juntamente com as outras forças policiais. “Até o momento os serviços realizados têm sido satisfatórios, tudo visando que a população tenha um bom final de ano aqui no Paraná”, destaca o Coordenador do Verão Paraná 2017/2018 pela Polícia Civil, Dr. Miguel Stadler.

O delegado lembrou ainda que os organizadores de grandes eventos com shows pirotécnicos nos ambientes públicos precisam de autorização. “É necessário um alvará por parte da Polícia Judiciária, que é expedido por meio da Delegacia de Armas e munições; os municípios solicitam, é analisado e concedido”, conta.

Cautela

A Polícia Militar está com ações programadas para a virada, mas o carro-chefe é a prevenção. “Estaremos atento às pessoas que se utilizam de bebidas alcoólicas, principalmente àquelas que vão dirigir, mas não só nas rodovias, nos municípios também. Obviamente pedimos aos veranistas cautela no consumo de bebida alcoólica nas festas e se beberem não dirijam, também não entrem no mar, pois podem ocorrer afogamentos, evitem brigas, tumultos e outras situações desagradáveis”, orienta.

O Corpo de Bombeiros, no que diz respeito às praias, estará com 100% dos postos ativos para melhor atender o veranista, conforme explica o Coordenador do Verão Paraná 2017/2018 pelo Corpo de Bombeiros no litoral – e Comandante do 8º Grupamento – tenente-coronel Jair Pereira.

“Nós estamos pedindo à população para que procurem as áreas próximas aos postos de guarda-vidas. Outra orientação é que as pessoas se mantenham afastadas dos locais de queima de fogos de artifício e respeitem a sinalização de isolamento porque é muito perigoso”, alerta.