Os carteiros e funcionários da Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT) decidiram suspender a greve da categoria no Paraná. Os trabalhadores de Foz do Iguaçu retornaram ao serviço ontem mesmo. Durante a tarde os carteiros Ponta Grossa e Maringá decidiram em assembléia retornar ao trabalho. Os funcionários dos correios em Curitiba só definiram volta ao trabalho no início da noite.

A negociação mais complicada foi na capital. A assembléia que teve início no meio da tarde terminou apenas no começo da noite. A categoria reunida em frente ao prédio central dos Correios, na Rua João Negrão, em Curitiba, decidiu voltar às atividades normais hoje.

Conforme o secretário-geral do Sindicato dos Trabalhadores nos Correios do Paraná, José Figueiredo de Oliveira, os trabalhadores voltam a se reunir na segunda-feira para fazer uma avaliação da paralisação. Para ele, mesmo não se chegando a um acordo, a categoria saiu vitoriosa da greve. “Houve um avanço da primeira para segunda proposta da empresa”, revelou. Figueiredo disse que tudo caminha para que a categoria receba em média um aumento de 22%. As negociações com a direção da ECT continuam em Brasília.

Para o sindicalista, há muito trabalho para se fazer e “colocar a casa em ordem”. “Mas a gente trabalha bem e acho que até o final de semana tudo vai estar normalizado”, previu.

Greve estava atrasando licenciamento de veículos

O Departamento de Trânsito do Paraná (Detran-PR) alertou que a greve dos funcionários dos Correios no Paraná, que foi oficialmente encerrada no início da noite de ontem, estava atrasando o envio das guias de pagamento do licenciamento anual e seguro obrigatório.

Muitos donos de veículos ainda não receberam os documentos em seus endereços e correm o risco de perder o prazo de pagamento, por isso, o Detran está orientando aos proprietários a observar as datas de vencimento do calendário de licenciamento de 2003 e obter os extratos de pagamento nos caixas automáticos de qualquer agência bancária do Itaú.

Com o número do Renavam, podem ser obtidos os extratos para o pagamento do licenciamento. De hoje a sexta-feira vencem os licenciamentos dos veículos com finais de placas 43, 44, 45, 53, 54, 55, 63, 64 e 65. A taxa de licenciamento é de R$ 20,26 e o valor do seguro obrigatório varia de R$ 51,62 a R$ 294,47, dependendo do tipo do veículo.

Ao pagar o licenciamento, os proprietários de veículos devem quitar os débitos de multas e IPVA em atraso para receber o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV/2003).

O Detran lembra que o proprietário que não efetuar o licenciamento do seu veículo está sujeito à multa de R$ 191,00, sete pontos na carteira de habilitação e apreensão do veículo. Enquanto o proprietário não receber o novo CRLV em casa, deve circular com o comprovante de pagamento do licenciamento até dez dias após o fim da greve dos Correios.