Trabalhadores da Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar) da Petrobras, em Araucária, fazem nesta sexta-feira (3), uma paralisação de oito horas, acompanhando o movimento nacional da categoria. Os cerca de 200 funcionários se reúnem desde às 7h30 e devem manter a paralisação até às 15h30, quando as atividades na refinaria devem ser retomadas.

De acordo com o Sindicato dos Petroleiros do Paraná e Santa Catarina (Sindipetro PR/SC), o objetivo do ato é reivindicar reajuste salarial, além da contratação de mais funcionários e melhorias nas condições de trabalho.

A categoria quer aumento de 5% nos salários para cobrir as perdas inflacionárias e acréscimo de 10% de ganho real. Os trabalhadores também reivindicam reajuste no vale-creche e vale-educação e nas diárias de viagem. Outro pedido é a criação de um fundo para garantir aos terceirizados o recebimento do salário, no caso de as empreiteiras não fizerem acertos depois de contratos temporários.