A Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec) abriu licitação para contratação de estudos e projeto executivo de pavimentação da estrada que liga os municípios de São José dos Pinhais e Mandirituba. A ligação parte do trevo da empresa Audi, na BR-376, até a Rua Gilberto Palu, na ligação com a BR-116. O trecho previsto tem um total de 26 quilômetros.

Ao todo quatro participantes, entre empresas e consórcios, apresentaram propostas. O preço máximo para a contratação do projeto, previsto em edital, é de R$ 796.525,34 e o prazo para a execução será de 180 dias, contados a partir da emissão de Ordem do Serviço.

+ Veja também: Aterro da Caximba vai virar usina solar pra produzir energia limpa para Curitiba

Segundo o presidente da Comec, Gilson Santos, a pavimentação dessa estrada possibilitará uma alternativa de desvio do Contorno Sul de Curitiba para os que trafegam pela BR-116 em direção a BR-376. Além disso, vai beneficiar muitos pequenos produtores da região, impulsionando o desenvolvimento local e as agriculturas alternativas, especialmente do setor de hortifrúti e piscicultura.

A estrada é utilizada também por quem deseja chegar à Colônia Marcelino, em São José dos Pinhais, um importante polo turístico rural e religioso, abrigando a nova Igreja da Santíssima Trindade, construída com arquitetura típica dos templos ucranianos e que está entre as maiores construções do estilo no Estado.

A proposta dessa ligação atende uma orientação do governador Ratinho Junior de retomar, a partir da Comec, propostas de ligações metropolitanas que fomentem o desenvolvimento regional e melhore a vida das pessoas. “Estamos fazendo outros importantes estudos na região metropolitana com essa perspectiva”, diz Gilson Santos.

O prefeito de Curitiba Rafael Greca nomeou seu novo secretário de Desenvolvimento da Região Metropolitana de Curitiba, Leverci Silveira Filho, para acompanhar o projeto e, com o suporte do Ippuc, levantar quais vias de Curitiba precisarão ser uma requalificação para que as ligações viárias sejam bem feitas.