A greve dos servidores públicos de São José dos Pinhais continuou ontem, mantendo 90 escolas fechadas. Grupos de mil pessoas se revezaram em frente à prefeitura aguardando uma resposta do prefeito. Eles pedem o fim das terceirizações, abertura de concurso público e revisão do plano de carreira. A prefeitura anunciou que não receberá os manifestantes, mas que já está em andamento o processo de revisão do plano de carreira. Um estudo será apresentado ao sindicato através do Instituto Brasileiro de Administração Municipal (Ibam) assim que encerrar o período de recadastramento dos servidores, previsto para o final deste mês.