Hoje, das 8h às 17h, crianças com menos de cinco anos de idade devem voltar aos postos de saúde para serem vacinadas contra a poliomielite. Em todo Brasil, estará sendo realizada a segunda etapa da Campanha Nacional de vacinação contra a doença em 2010.

A primeira etapa aconteceu no último dia 12 de junho. Agora, meninos e meninas que receberam a primeira dose da vacina terão que receber a segunda. A estimativa é de que, no Paraná, 736.867 crianças sejam imunizadas. Em Curitiba, serão cerca de 100 mil.

No Brasil, o último caso de poliomielite foi registrado em Souza, na Paraíba, em 1989. No Paraná, o último caso foi em 1986 (em Curitiba, em 1985). O Brasil obteve o certificado internacional de erradicação da transmissão autóctone do poliovírus selvagem em 1994. Porém, a vacinação é importante porque o poliovírus ainda está presente no mundo.

“Só no ano passado, no mundo, foram registrados 1.600 casos de poliomielite. Na Nigéria, no Paquistão, Índia e Afeganistão, a doença ainda é endêmica. Por isso, existe um risco grande de o vírus voltar a circular no Brasil, trazido por pessoas que estiveram em países onde ele se faz presente. A vacinação é essencial”, afirma a enfermeira da Central de Vacinas da Secretaria Municipal de Saúde de Curitiba, Raquel Farion.

No Paraná, a vacina estará sendo disponibilizada em todas as 4.100 unidades básicas de saúde. Na capital, serão 320 mil postos de vacinação, sendo a maioria fixos. Eles irão contar com o trabalho de aproximadamente 3 mil pessoas.