Acontece hoje, em Curitiba, a 12.ª Parada da Diversidade – Unidos pela Igualdade e pela Criminalização da Homofobia. O evento, que vai contar com dez trios elétricos, três bandas, DJs e shows das ?top drags? da noite curitibana, deve contar com pelo menos 100 mil pessoas. A parada é organizada pela Associação Paranaense da Parada da Diversidade, composta por oito organizações não-governamentais.

 Um palco foi montado na Praça Nossa Senhora de Salete, no Centro Cívico, e as atrações começam no início da tarde e seguem até a noite. A Parada da Diversidade começa às 15h30 na Praça 19 de Dezembro, mais conhecida como Praça do Homem Nu, na Avenida Barão do Serro Azul. Os trio elétricos e os participantes vão percorrer a Avenida Cândido de Abreu até a Praça Nossa Senhora da Salete.

A associação organizadora vai contar com o apoio da senadora Fátima Cleide (PT-RO), que relata um projeto no Senado que torna a homofobia crime, do vice-prefeito de Curitiba e secretário municipal da Saúde, Luciano Ducci, e do jornalista vencedor da 5.ª edição do Big Brother Brasil, Jean Wyllys. Os organizadores vão recolher assinaturas para um abaixo-assinado pedindo a aprovação do projeto, que atualmente está parado na Comissão de Direitos Humanos do Senado.