O governador Roberto Requião e general de divisão Luiz Guilherme Terra Amaral, comandante da 5.a Região Militar e da 5.a Divisão de Exército ? Região Heróis da Lapa, abriram neste sábado (1), em Curitiba, as comemorações da Semana da Pátria no Paraná. A solenidade, realizada em frente ao Palácio Iguaçu, contou com a presença de autoridades civis e militares e dos atletas paranaenses que participaram dos jogos Pan Americanos 2007. A comemoração terminou com o acendimento da pira, simbolizando o Fogo da Pátria, que fica em vigília até o final da semana, no dia 7 de setembro.

?Num País em que os valores nacionais são tão desgastados pelo ?entreguismo?, manifestações de patriotismo como essa são importantíssimas?, disse o governador. ?No Paraná, se comemora e se valoriza a Nação brasileira. Afinal, o que nós somos, um mercado ou uma nação??, questionou Requião, enfatizando o caráter social do governo do Paraná.

A valorização do esporte, com homenagens a atletas paranaenses que obtêm excelentes resultados em competições como os Jogos Pan-Americanos, marcou o evento. O maratonista Vanderlei Cordeiro de Lima, nascido em Cruzeiro do Oeste (Noroeste do Estado), recebeu do governador a Ordem Estadual do Pinheiro, criada para homenagear paranaenses de destaque. Vanderlei também acendeu a pira com o Fogo da Pátria. Os demais atletas presentes também receberam homenagens.

?Esse é um dia de reconhecimento pelo meu trabalho e pela dedicação de uma vida toda ao esporte. E é mais especial por acontecer em uma data em que comemoramos o começo da Semana da Pátria. Represento o Paraná e o Brasil em todas as competições e isso me deixa muito feliz. Todo atleta é um soldado da Nação?, disse o maratonista.

Vanderlei elogiou programas do Governo do Paraná voltados ao esporte e ao desenvolvimento das crianças na prática para a formação de futuros competidores. ?Os bons resultados são fruto de trabalho e de integração entre a comunidade e o esporte, como acontece no Paraná, que é um grande celeiro de atletas para o Brasil?, afirmou. ?Ações como os Jogos Colegiais do Paraná são uma grande oportunidade para o jovem desenvolver e mostrar o seu talento?, falou.

Nascido em Cruzeiro do Oeste e criado em Tapira, ambas no Noroeste do Paraná, Vanderlei Cordeiro de Lima conquistas a medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Atenas, em 2004, mesmo depois de ter sido atacado pelo padre irlandês Cornelius Horan quando liderava a prova. Pelo feito, o paranaense recebeu do Comitê Olímpico Internacional (COI) a medalha Pierre de Coubertin.

Vanderlei também conquistou a medalha de ouro nos Jogos Pan-Americanos de Santo Domingo (2003) e Winnipeg (1999), foi campeão da Maratona de São Paulo (2002) e foi duas vezes o segundo colocado na Maratona de Tóquio (1996 e 1998). Ele recebeu o Prêmio Personalidade Olímpica do Ano e o Prêmio Brasil Olímpico em 2004.

Participaram da solenidade o secretário-chefe da Casa Militar, tenente-coronel Anselmo de Oliveira, da Justiça e da Cidadania, desembargador Jair Ramos Braga, da Educação, Maurício Requião, da Segurança Pública, Luiz Fernando Delazari, da Cultura, Vera Mussi, da Corregedoria e Ouvidoria Geral, Luiz Carlos Delazari, de Governo, Luiz Mussi, de Assuntos Estratégicos Nizan Pereira, de Indústria e Comércio, Virgílio Moreira Filho, de Obras Públicas, Júlio César de Souza Araújo Filho, o presidente da Paraná Esporte, Ricardo Gomyde, o presidente da RTVE, Marcos Batista, o diretor-geral do Detran, coronel Davi Antônio Pancotti, e comandante geral da PM e coronel Nemésio Xavier de França Filho.