Londrina tem o 48° maior Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil entre os 5.564 municípios brasileiros. A informação consta da pesquisa divulgada nesta quarta (16), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), relativo ao ano de 2006, último exercício com dados computados pelo instituto. Com isso, o município está entre os 50 maiores municípios do Brasil que juntos somam 49,82% do PIB nacional. O PIB é a soma das riquezas (bens e serviços) que um país produz durante um determinado período.
 
Segundo Sheila Cristina Zani, coordenadora da pesquisa, o município de São Paulo (SP) continua na primeira posição, com 11,94% do PIB nacional; seguido por Rio de Janeiro (RJ) com 5,4% e Brasília(DF) com 3,78%. No Paraná, Curitiba ocupa a 5ª posição no ranking nacional, com 1,36%. Na seqüência, vem a cidade das refinarias de petróleo Araucária, na 37ª posição com 0,36%; e a cidade das montadoras de veículos São José dos Pinhais, na 43ª posição com 0,30 do PIB nacional. Londrina, na 48ª posição, detém 0,28% do PIB nacional.
 
O prefeito de Londrina, Nedson Micheleti, comemorou a divulgação do IBGE, lembrando o crescimento acentuado que o município teve nos últimos anos, graças à atração de investimentos e o aporte de infra-estrutura urbana desenvolvido pela prefeitura. Nedson lembrou que em 2002, Londrina ocupava a 69ª posição no PIB nacional, com 0,26%; em 2005 passou para a 49ª, chegando em 2006 na 48ª posição.
 
“Além dos investimentos em infra-estrutura, fortalecimento das indústrias locais e atração de novos ativos, a cidade está preparada para um crescimento mais consolidado”, afirmou o prefeito. Segundo ele, ativos como os laboratórios do IPEM/Inmetro e o Porto Seco, que entraram em funcionamento neste ano, garantem novas perspectivas de crescimento não só para Londrina, como para toda a região.
 
Segundo os dados divulgados pelo IBGE, o estado de São Paulo tem 16 municípios classificados entre os 50 maiores PIBs do Brasil, seguido por Rio de Janeiro com cinco municípios; Paraná com quatro e Minas Gerais também com quatro. Ainda aparecem com três municípios entre os 50 maiores os estados da Bahia e do Rio Grande do Norte.