Após a 2.ª Vara da Fazenda Pública expedir a decisão cautelar que permite que alunos que concluíram o Programa de Capacitação para Docentes da Faculdade Vizinhança Vale do Iguaçu (Vizivali) exerçam o magistério, os 35 mil professores que passaram pelo programa poderão contar com uma complementação do curso em outra instituição.

Uma das opções é apontada pelo deputado estadual Péricles de Mello (PT), que pretende interceder pelo início do curso de Pedagogia a distância do Instituto Federal do Paraná (IFPR), que depende de um parecer do Conselho Nacional de Educação.

O curso, que seria oferecido gratuitamente, daria direito ao diploma em Pedagogia plena, permitindo aos professores atuarem do ensino fundamental a cursos de graduação superior.

“Além do reconhecimento do curso pelo qual passaram os educadores, trabalhamos para que o curso do IFPR também seja valorizado e inicie o mais rápido possível”, afirma Mello.

Segundo o parlamentar, o parecer do CNE se refere à carga horária necessária para a complementação do que já foi estudado pelos alunos. O Programa da Vizivali foi ofertado em 2003 e teve duração de dois anos, mas até o momento os alunos não receberam os diplomas.

A decisão liminar sobre diplomas da Vizivali, proferida no dia 11 de junho, atende a um pedido da instituição Inteligência Educacional e Sistemas de Ensino (Iesde) instituição que ofertou o curso em parceira com a Vizivali.

A liminar beneficia os alunos que cumpriram os requisitos de ingresso no Programa da Vizivali, desde que apresentem os respectivos certificados de conclusão de curso e o histórico escolar.