Fotos: Chuniti Kawamura/O Estado

Primeira etapa das obras, entre os bairros Pinheirinho e Jardim Botânico, deve ser entregue em 15 meses.

Um enorme cone de sinalização de trânsito indica o local da BR-476 onde começaram ontem as obras para a construção da Linha Verde (antigo Eixo Metropolitano). O pontapé inicial foi dado pelo prefeito de Curitiba, Beto Richa, que comandou uma retroescavadeira. A primeira etapa das obras, entre os bairros Pinheirinho e Jardim Botânico, deve ser entregue em 15 meses.  

O lançamento da Linha Verde, na própria BR-476, reuniu autoridades, moradores e comerciantes da região. Para o prefeito, a obra pode ser considerada um marco na cidade. ?Havia uma espera de muitos anos por esta obra de urbanização da antiga BR-116, que vai reunificar a cidade, trazendo um novo momento para Curitiba. A obra vem depois de uma intensa batalha jurídica. Conseguimos um acordo com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento, que vai financiar o projeto) para revogar licitação anterior, que tinha problemas, e fazer uma nova licitação, com formato transparente. Tanto que conseguimos uma economia de R$ 15 milhões em relação à licitação feita dois anos atrás?, afirmou.

O presidente da Urbs (Urbanização de Curitiba S.A.), Paulo Schimidt, explica que, na primeira etapa, as obras começam no Pinheirinho e vão até a Marechal Floriano Peixoto. A avenida que liga o Boqueirão ao centro também será contemplada com as obras, pois algumas linhas de ônibus do transporte público irão utilizar a Marechal Floriano e a Linha Verde como trajeto. Depois, a obra vai continuar da Marechal até o Centro Politécnico da Universidade Federal do Paraná (UFPR). A previsão de entrega destas obras é março de 2008.

Beto Richa considera o projeto
uma evolução para toda a cidade.

O trecho norte da Linha Verde, até o trevo do Atuba, será feito posteriormente. Podem acontecer mudanças no projeto original previsto para este trecho. Inicialmente, se pensava em concluir a Linha Verde até um terminal que seria construído no Atuba. Mas agora se estuda a possibilidade de utilizar o já existente terminal do Alto Maracanã, em Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba (RMC).

Uma nova revisão do financiamento com o BID pode ser feita para o trecho norte. Quando foi acertado o acordo com o banco, o dólar estava perto dos R$ 4. Hoje, gira entre R$ 2,15 e R$ 2,25. Essa diferença causou uma perda no volume dos recursos em reais. Mas isso será feito, segundo Beto Richa, caso seja necessário mais dinheiro para terminar as obras. O pacote total do BID é de US$ 133 milhões. A licitação para essa parte somente será realizada após a conclusão do primeiro trecho. Por enquanto, no trecho norte, será construída uma nova trincheira no cruzamento da Rua Fagundes Varela com a rodovia. Este é um ponto de tráfego intenso, que será descongestionado com a intervenção.

Tráfego

As obras da Linha Verde vão começar nas marginais, para evitar o comprometimento do trânsito na BR-476, que tem uma movimentação intensa de veículos de todos os portes. Mesmo assim, os trabalhos vão alterar a rotina da região, pois haverá a circulação de veículos e equipamentos para a obra. A gerente de operação do trânsito da Diretran, Guacira Civolani, afirma que os agentes e a Polícia Rodoviária Federal estão preparados para orientar os motoristas. Durante as obras nas marginais, podem acontecer alguns bloqueios temporários. ?Mas os acessos ao comércio e dos moradores estão garantidos?, comenta.

A Linha Verde contará com uma canaleta exclusiva para ônibus, vias marginais e vias locais interligadas às marginais, totalizando dez pistas de rolagem. Há estudos para viabilizar o uso de biodiesel nos ônibus que circularem na Linha Verde. Somente no primeiro trecho da obra, serão implantadas oito estações de embarque e desembarque de passageiros, sistema de iluminação e estrutura para a instalação de novos semáforos. Haverá também a interligação com quatro binários, que vão unir os dois lados da avenida. O investimento é de R$ 121 milhões na primeira etapa do projeto. A primeira parte da Linha Verde vai passar pelos bairros Pinheirinho, Capão Raso, Novo Mundo, Xaxim, Fanny, Hauer, Parolin, Prado Velho, Guabirotuba e Jardim Botânico.