O prefeito Beto Richa abrirá nesta segunda-feira (3) os Jogos Especiais de Curitiba 2008. A abertura será às 9h, no ginásio da Universidade Positivo, no Campo Comprido. “É uma competição especial, que promove a inclusão, a participação e a integração social da pesssoa com deficiência por meio do esporte”, diz Richa. Os jogos terão 1.243 atletas de 28 equipes de instituições de atendimento a pessoas com deficiência.

Os jogos são uma ação do programa Amigo Curitibano, da Prefeitura, promovidos pela Fundação de Ação Social (FAS) e Secretaria Municipal do Esporte e Lazer, com colaboração da Universidade Positivo. As provas serão disputadas de 3 a 14 de novembro. A abertura terá as presenças do vice-prefeito Luciano Ducci, da presidente da FAS, Letícia Raymundo, da primeira-dama Fernanda Richa e do presidente do Conselho Municipal dos Direitos das Pessoas Portadoras de Deficiência, Mauro Nardini, entre outras autoridades.

A realização dos Jogos Especiais de Curitiba contempla diversos aspectos, como: incentivo às pessoas com deficiência na prática esportiva em espaços diferentes do seu dia-a-dia; oportunidade de pessoas da comunidade em geral poder acompanhar as atividades, e assim, conhecer e divulgar o potencial dessa população; despertar e incentivar o interesse de todos os envolvidos e futuros profissionais em desenvolver trabalhos na área, com idéias inovadoras para a construção de uma sociedade mais inclusiva, participativa e integrada junto às pessoas com deficiência; oportunidade de identificação de novos talentos esportivos com potencial para futura representatividade no seguimento, entre outros.

A arbitragem dos jogos será feita por 200 estudantes das universidades Positivo, Tuiuti, Federal do Paraná, PUC-PR, Faculdade Dom Bosco, Uniandrade, Unibrasil e Unifae.

Os Jogos Especiais 2008 também têm apoio de Federação Paranaense de Golfe, Sesc Água Verde, Bosch e Entidades Sociais de Atendimentos à Pessoa com Deficiência.

Nas edições dos jogos em 2005, 2006 e 2007, participaram, em média, 900 atletas por ano, de 25 instituições de atendimento à pessoa com deficiência, nas áreas de deficiência auditiva, intelectual, física, visual, incluindo-se, em 2006, a participação dos atletas com condutas-típicas.

Na edição 2008, as modalidades a serem desenvolvidas são:

Deficiência Física: Atletismo, Xadrez, Boccia, Tênis de Mesa.

Deficiência Intelectual (Mental): Atletismo, Natação, Futsal e Bocha de Areia.

Condutas Típicas: Atletismo, Golfe 7, Voleibol adaptado e Beisebol.

Deficiência Visual: Atletismo, Natação, Xadrez e Goalball.

Deficiência Auditiva: Atletismo, Tênis de Mesa, Futsal, Xadrez.