O desembargador Luiz Mateus de Lima, do Tribunal de Justiça do Paraná, determinou nesta segunda-feira (27) que os professores estaduais e universitários grevistas devem retornar imediatamente às salas de aula. O magistrado considerou a greve irregular e ampliou o valor da multa diária para caso de descumprimento da decisão.

A multa para a APP-Sindicato passará de R$ 20 mil para R$ 40 mil. Já a multa diária para nove entidades sindicais, que representam o ensino superior, passará de R$ 3 mil para R$ 10 mil.

A determinação do desembargador está publicada nas Ações Civis Originárias 1349670-7 e 1348213-8, do Foro Central da Comarca da Região Metropolitana de Curitiba.

Mais informações em breve.