As ruas de Curitiba ficaram
com lixo acumulado ontem.

Somente 35% dos serviços de coleta de lixo está funcionando em Curitiba. A determinação de que um percentual mínimo deveria ser respeitado partiu da juíza Wanda Santi Cardoso da Silva, do Tribunal Regional do Trabalho (TRT). Um oficial de Justiça deve verificar se esse percentual de coletores está sendo cumprido. Um possível fim da greve, que poderia acontecer ontem, ficou adiado para hoje. Após uma audiência entre o Sindicato dos Trabalhadores nas Empresas de Asseio e Conservação (Siemaco) e a Cavo, responsável pela coleta de lixo e limpeza pública de Curitiba, ficou entendido que apenas uma nova audiência tinha que ser marcada para hoje, às 10h30. A juíza afirmou que não havia colegiado para julgar o mérito da greve.

O dia de ontem foi marcado por audiências entre trabalhadores e empresa. Entretanto, não se chegou a um acordo. A Cavo chegou a aumentar a proposta de reajuste, mas ainda num patamar bem inferior do que o esperado pelos trabalhadores. A categoria pede um aumento de 10% nos salários e 20% nos tíquetes alimentação. A Cavo propunha reajuste de 7,47% em cada item. Na audiência da tarde, ela aumentou para 8% a proposta de aumento nos tíquetes de alimentação.

Sujeira

Ontem pela manhã, já foi possível sentir a falta do trabalho dos garis. Sacos de lixo ficaram acumulados nas ruas, causando mau cheiro e forçando as pessoas a desviarem dos resíduos para caminhar nas calçadas. Com a determinação da Justiça, até o término da greve, dezenove caminhões com três coletores realizam os trabalhos durante a manhã. Pela noite, quinze veículos com três funcionários fazem o recolhimento. Além disso, foi determinado que um caminhão com dois coletores e sete varredores trabalhem na limpeza das feiras livres da cidade.

A Cavo afirmou que foi surpreendida com o início do movimento e que não foi avisada com 48 horas de antecedência, como manda a lei.

Alternativa

Com a greve dos coletores da Cavo, a Prefeitura de Curitiba utilizou os caminhões de coleta de resíduo vegetal para recolher parte do lixo dos pontos mais críticos. Foram utilizados 40 veículos.