Os moradores do Boqueirão, em Curitiba, foram os beneficiados ontem com o programa Justiça no Bairro, uma parceria entre a Defensoria Pública do município, os núcleos regionais e as faculdades de Direito da capital. O programa leva serviços relativos a questões de família (separação, guarda de filhos, etc..) quinzenalmente a um bairro da cidade. Daqui quinze dias, o Ônibus da Justiça estará na Regional Cajuru.

A juíza Joeci Machado Camargo, responsável pelo projeto, explicou que as pessoas passam por uma triagem e, logo em seguida, são conduzidas a audiências conciliatórias com advogados e estudantes de Direito da Tuiuti, Federal e PUCPR. “A intenção é atender a comunidade nos bairros, sem que as pessoas tenham custos, nem trabalho para se deslocar. Normalmente as audiências são satisfatórias e os problemas são resolvidos”, contou Joeci, destacando que caso não haja solução, as partes são encaminhadas para a defensoria ou têm a recomendação de procurar o ônibus em outra oportunidade. A juíza contou que o número de audiências e de casos resolvidos é bem satisfatório. “Faz dez minutos que começamos a atender e já temos dezessete audiências marcadas”, contou.

Eficiência

A auxiliar de enfermagem Zilda Inês de Lima Oliveira é moradora do Boqueirão e gostou da idéia de não ter que se deslocar muito para obter acesso à Justiça. Ela está em processo de separação e foi acompanhada de seu marido buscar uma solução numa audiência. “Esse projeto é uma facilidade para quem precisa da Justiça. Estou aguardando, mas acho que tudo vai correr bem, já que eu e meu marido já temos tudo definido”, contou.

O marido de Zilda não quis se identificar, mas disse também achar boa a idéia da Justiça itinerante.