O Consórcio Intermunicipal de Gestão de Resíduos Sólidos obteve sentença de mérito favorável à licitação do Sistema Integrado de Processamento e Aproveitamento de Resíduos de Curitiba e Região Metropolitana (Sipar).

Segundo sentença proferida pelo juiz Roger Pires de Camargo Oliveira, da 3.ª Vara da Fazenda Pública, não há “ato ilegal ou abusivo das autoridades coatoras”, que promovem a concorrência do Sipar, que processará o lixo de Curitiba e de 18 municípios da região metropolitana.