Uma menina de 11 anos e um adolescente de 14 que se afogavam entre os balneários de Ipanema I e Leblon, no Litoral do Estado, foram salvos por um tripulante do helicóptero da Polícia Militar e uma equipe de guarda-vidas do Corpo de Bombeiros, na tarde de segunda-feira (04). Um bombeiro também precisou ser socorrido, pois engoliu água e sofreu exaustão e indisposição durante o salvamento.

A aeronave do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BPMOA) fazia patrulhamento pela orla marítima, por volta das 17h30, quando avistou a criança e o adolescente se afogando. Conforme o tenente João Paulo de Toledo Lazaroto, porta-voz do BPMOA, um dos tripulantes saltou e retirou a menina da água com a ajuda de um equipamento chamado “sling” – uma espécie de cinto de salvamento.

O garoto foi retirado do mar por uma dupla de guarda-vidas. O tenente relatou que as vítimas foram avaliadas pelo médico que estava na aeronave e levadas ao hospital.

Exaustão

Durante o salvamento, um dos bombeiros engoliu água do mar e precisou ser encaminhado ao pronto-socorro, mas foi liberado pouco depois. “Todo guarda-vidas está sujeito a passar por uma situação como esta, pois o mar muitas vezes está agitado e as vítimas se debatem, se desesperam, e acabam dificultando o resgate”, explicou o capitão Leonardo Mendes dos Santos, comandante do Subarea I – Pontal do Paraná. O bombeiro passa bem.