A qualidade das águas do litoral paranaense piorou pela segunda semana consecutiva. De acordo com o sexto boletim de balneabilidade da temporada, divulgado nesta sexta-feira (25/01) pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP), o número de pontos impróprios para banho subiu de 14, na semana passada, para 18.

Dos 90 quilômetros de orla paranaense, três quilômetros estão sem condições de banho, além dos pontos nos rios Nhundiaquara e Nunes, em Morretes e Antonina, e na praia de Encantadas, na Ilha do Mel. Entre os 49 locais monitorados pelo IAP, há 8 inadequados em Matinhos, 3 em Pontal do Paraná, 3 em Guaratuba, 3 em Morretes e Antonina e um na Ilha do Mel, em Paranaguá.

Segundo o diretor de Estudos e Padrões Ambientais do IAP, Alberto Baccarim, na comparação com o mesmo período de monitoramento do ano passado, a qualidade da água continua boa. “Podemos perceber que, na mesma época do ano passado, tivemos 23 pontos impróprios, contra 18 pontos impróprios neste ano. Nas duas ocasiões tivemos chuvas de verão, o que confirma o resultado do trabalho de monitoramento de fiscalização que tivemos ao longo do ano no litoral”, aponta.

Sinalização

O veranista pode acompanhar a qualidade das águas no site www.iap.pr.gov.br, na sinalização e nas barracas de informação instaladas nas praias. A bandeira de cor vermelha significa que a água está imprópria para banho nos 100 metros à esquerda e à direta da sinalização. Nesses locais, os índices de enterococos, principalmente de esgoto clandestino, estão acima do estipulado pelo Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conama) como limite saudável. Já a bandeira verde indica que a água tem bons índices e pode ser aproveitada pelos banhistas.