Um macaco-prego foi resgatado na manhã desta sexta-feira (23) pela equipe do Instituto Água e Terra (IAT) em Paranavaí, no noroeste do Paraná. O animal foi encontrado em um bosque municipal da cidade com uma lata de azeite presa ao braço. Ele estava gravemente ferido e teve o membro amputado.

O resgate do animal foi bastante dificultado pelo medo que ele aparentava. “Recebemos a informação da situação em que o macaco se encontrava, mas nossa equipe levou um tempo para conseguir capturá-lo”, disse o chefe regional do IAT em Paranavaí, Hélio Vasconcelos.

De imediato, ele foi resgatado e encaminhado para uma clínica parceira do órgão ambiental estadual e recebe atendimento médico veterinário adequado. O chefe regional do IAT afirma que este caso é um alerta importante com relação ao descarte irregular de resíduos em áreas que servem de habitat a diversas espécies de animais.

“É muito importante que as pessoas tenham a consciência de que, ao descartar lixo em qualquer lugar, não está apenas poluindo o meio ambiente. Esse descarte também pode afetar vidas no local”, afirmou.

A lata presa no membro superior do macaco-prego é de azeite, feita de alumínio. O animal foi levado com ferimentos graves para a clínica veterinária e teve o membro amputado.