O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) aprovou o financiamento de duas grandes obras de cooperativas no Paraná, que juntas têm o potencial de gerar 9 mil empregos durante a construção e 5,8 mil empregos durante a operação — um total de 14,8 mil vagas. No total, serão R$ 633,9 milhões concedidos para investimentos da Frimesa e da Lar no estado.

LEIA MAIS – Novo decreto no Paraná amplia toque de recolher e muda horários do comércio

Somando R$ 490 milhões, o aporte à Frimesa permitirá à empresa construir sua nova unidade frigorífica para abate de suínos e produção de frigorificados em Assis Chateaubriand, na região Oeste do estado. A indústria terá capacidade para processamento de 3.750 cabeças por dia. A Frimesa é a união das cooperativas C.Vale, Copagril, Copacol, Lar e Primato para a produção de produtos suínos.

Para a Lar, o valor emprestado é R$ 143,9 milhões. A cooperativa usará o investimento em três unidades localizadas em Santa Helena, também região Oeste. A Unidade de Recria de Aves, de frangos para reprodução, será expandida e receberá a construção de três novos núcleos; a Unidade Produtora de Pintainhos (pintinhos) terá ampliação da capacidade produtiva; e a Unidade Industrial de Rações ganhará a implantação de novo equipamento.

LEIA TAMBÉM – Feira virtual oferece mais de 100 mil oportunidades de estágio e empregos

A reestruturação da cooperativa faz parte de um plano intenso de investimentos da Lar para os próximos anos. A empresa estima aporte de mais de R$ 2 bilhões no Paraná até 2024.