O clima quente e seco registrado nos últimos dias vem preocupando a Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros com relação à incidência de incêndios. Segundo a Defesa Civil do Paraná, de 1.º de janeiro até ontem foram contabilizadas 1.096 queimadas em todo o Estado.

O número supera com folga o registrado no mesmo período do ano passado, quando o Corpo de Bombeiros atendeu 881 ocorrências do mesmo tipo. Segundo o chefe da Seção Operacional da Defesa Civil, tenente Eduardo Gomes Pinheiro, a maior incidência de queimadas foi registrada nas regiões norte, noroeste e oeste.

Isso porque, de acordo com Pinheiro, “as temperaturas mais elevadas dessas regiões fazem com que a vegetação se torne mais vulnerável à propagação das chamas”. Pinheiro ressalta que a preocupação deve aumentar com a proximidade do outono, quando, além das altas temperaturas, o clima também fica muito seco.

Segundo Pinheiro, quase 100% dos casos de incêndio acontecem por ação humana, entre elas a promoção de queimadas para fazer a limpeza de terrenos. “Ainda há muitas pessoas que se incomodam com a alta vegetação à beiraa das rodovias e, ao invés de acionar os órgãos que possam fazer com que a poda se efetive, preferem atear fogo”, diz.

Outro vilão das florestas, segundo Pinheiro, são os balões que ainda são vistos pelos céus do Paraná. “É importante que as pessoas saibam que o que está em jogo é a vida e o impacto social e econômico que um incêndio pode causar”, diz.

Clima

As estações meteorológicas do Instituto Tecnológico Simepar registraram ontem índices baixos de Umidade Relativa (UR) do ar em quase todo o Estado. Em Londrina, a umidade chegou a 23%.

Para o Simepar, qualquer índice abaixo de 30% é considerado baixo, o que também foi registrado em Santa Helena (29%), Cambará (28%) e Apucarana (29,6%).

A pouca umidade se deve a uma massa de ar quente e seco que atravessa o Paraná. Segundo o Simepar, o clima deve continuar seco durante todo o dia de hoje, apresentando um leve aumento da umidade amanhã. Já as temperaturas continuam altas em todo o Estado.

A máxima de hoje deve ser registrada na região norte. Em Londrina, a máxima chega a 3 ºC, enquanto que em Foz do Iguaçu, os termômetros devem marcar 34 ºC. Na capital, a temperatura varia de 16 ºC a 32 ºC.