A previsão de chuva que antecede o frio intenso na região sul do Brasil afetará, também, as condições do mar no litoral paranaense. Segundo alerta da Marinha do Brasil, a passagem de um sistema frontal pode causar ventos de até 75 km/h e ondas de até 5 metros de altura, ou seja, risco de ressaca no litoral paranaense. A massa de ar polar prevista pode ser a mais forte do século, segundo o MetSul, mais forte inclusive que o frio “congelante” registrado no mês de junho.

+Leia mais! Vacinação nesta segunda-feira (19) em Curitiba! Quem pode ser imunizado?

Segundo a Marinha, a passagem de um sistema frontal poderá causar ventos de direção Oeste a Sudeste, com intensidade de até 75 km/h (40 nós), na faixa litorânea entre os estados de Santa Catarina, ao norte de Laguna, do Paraná, de São Paulo e do Rio de Janeiro entre a tarde do dia 27 e a noite de 29 de julho.

Além disso, os ventos associados a esse sistema meteorológico poderão causar ondas de direção Sudoeste a Sudoeste, com até 5,0 metros de altura, em alto-mar no litoral paranaense, entre a tarde do dia 27 e a noite do dia 30 de julho.

Inmet emite alerta pro Paraná

Segundo o Inmet, o alerta de ventos costeiros e ressaca destacado pela Marinha do Brasil se configura como alerta laranja, ou seja, perigo. É importante que pescadores e quem por ventura utilize de embarcações para que tome cuidado por causa da previsão.