Um pouco mais de 4 milhões de paranaenses devem ser vacinados até maio de 2021 no Paraná, segundo previsões da Secretária Estadual de Saúde (Sesa). Os dados representam 46,5% da população do estado. A primeira etapa da vacinação vai ser composta por profissionais de saúde que trabalham na linha de frente, pessoas com mais de 60 anos que residem em instituições de longa permanência para idosos e os profissionais que atuam nesses locais, além da população indígena. A definição de grupos prioritários para receber as doses da vacina contra a covid-19 seguiu critérios do Ministério da Saúde.

+Leia mais! Carga de seringas e agulhas para vacinação contra covid-19 deixa Curitiba rumo interior do PR

Conforme anunciado pelo Ministério da Saúde, a quantidade de vacinas a serem destinadas ao Paraná é de 5% do total que o país tiver disponível. Com a quantidade de doses disponibilizadas, com a orientação por grupos prioritários, a previsão é vacinar o total de 4.049.801 paranaenses até maio de 2021. Lembrando que mesmo com a vacina se aproximando, uso de máscaras e cuidados devem seguir por um bom tempo.

O secretário de Estado da Saúde, Beto Preto, reafirmou que a vacinação é prioridade e que vai chegar nos 399 municípios do estado. “Nossa estrutura é muito segura e sustentada. As nossas regionais já estão recebendo as seringas, agulhas e outros insumos necessários para distribuir aos municípios. O processo de distribuição do imunizante será realizado como os demais que já fazemos, ágil, seguro e monitorado e também com apoio aéreo para maior agilidade”. Os caminhões com insumos seguiram neste sábado (16) para várias regiões do Paraná.

“O processo de distribuição do imunizante será realizado como os demais que já fazemos, ágil, seguro e monitorado”, disse Beto Preto. Foto: Gerson Klaina/Tribuna do Paraná.

5% de vacinas no Paraná

O Ministério da Saúde anunciou que irá enviar para o Paraná, 5% do total de doses da vacina contra a Covid-19 que o país conseguir adquirir nos próximos dias. Após o recebimento dos lotes no Aeroporto Internacional Afonso Pena, será realizada a conferência e organização para o envio no Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar). As caixas com o imunizante seguirão via terrestre acondicionadas em caminhões baús refrigerados (com sistema de rastreamento via satélite), até as 22 Regionais de Saúde onde serão guardadas em câmaras frias. Em locais mais afastados as caixas serão transportadas por aviões. Cada município é responsável por retirar as caixas com as quantidades de doses para aplicação na sua população. 

Viu essa? Pavilhão da Cura terá drive-thru e capacidade de vacinar 450 pessoas por hora. Veja!

Salas de vacinação

O Paraná tem 1.850 salas de vacinação nos 399 municípios. A quantidade de locais varia em cada cidade de acordo com o tamanho da população. Os municípios são responsáveis pela gestão dos profissionais para aplicação das doses da vacina, assim como pelas estratégias de vacinação chamada extramuros, ou seja, fora das salas de vacinação. Um exemplo de desse formato é a vacinação em terminais de ônibus ou drive thru. Em Curitiba, a prefeitura de Curitiba informou que o local de vacinação vai ser o Centro de Exposições Positivo do Parque Barigui, uma área de 7.500 m² do pavilhão que vai ter cerca de 3 mil metros quadrados de área destinada à logística de vacinação.