Começa no dia 22 de abril a Campanha de Vacinação contra a gripe em todo o Paraná. Neste ano, o grupo das crianças foi ampliado e abrange também as que têm entre 2 e 5 anos incompletos. Antes, apenas as crianças de seis meses a menores de dois anos recebiam a vacina.

Outros grupos contemplados nesta campanha são gestantes, mulheres em pós-parto até 45 dias(puérperas), indígenas, idosos, doentes crônicos, trabalhadores da área da saúde e população privada de liberdade. A expectativa é que 2.9 milhões de paranaenses sejam vacinados durante a campanha que termina no dia 9 de maio.

As doses da vacina estarão disponíveis em mais de 2,5 mil postos e unidades básicas de saúde do Paraná. “São 300 mil doses a mais neste ano para imunizar esta faixa etária entre 2 e 5 anos incompletos, que é mais suscetível a contrair a doença”, explica o superintendente de Vigilância em Saúde, Sezifredo Paz.

Ele informa que a vacinação deste novo grupo deve reduzir o número de internamentos e, consequentemente, de mortes pela doença. Em 2013, esta faixa-etária foi incluída ao término da campanha quando o Paraná recebeu doses extras por recomendação do Comitê de Infectologia do Paraná.

O dia D de vacinação acontecerá no dia 26 de abril. “Vamos fazer uma grande mobilização neste dia com os municípios e queremos que a população participe”, destaca.

A vacina, que estará disponível na rede pública, protege contra os vírus mais circulantes no país (Influenzas A H1N1 e H3N2 e Influenza B), por isso todas as pessoas que se vacinaram no ano passado devem receber a dose novamente. A vacina é segura e só é contraindicada para pessoas que já apresentaram reações adversas em campanhas anteriores ou que tenham alergia a ovo.

No ano passado 2.6 milhões de paranaenses foram imunizados durante a campanha. Durante o ano de 2013 foram registrados 1,7 mil casos de gripe e 61 pessoas morrem em consequência da doença. Em 2009, ano da pandemia de gripe, foram registrados 68 mil casos de gripe no estado e 338 mortes.