Faleceu ontem, às 4h, o vigário paroquial da Igreja Nossa Senhora das Dores, mais conhecida como Igreja dos Passarinhos, monsenhor Vicente Vítola. O religioso completaria 91 anos no dia 9 de outubro e estava internado no Hospital da Cruz Vermelha, onde lutava contra um câncer nas cordas vocais descoberto há cerca de dois anos.

Monsenhor Vítola era sacerdote mais idoso do Paraná e o terceiro do Brasil. “Ele nasceu em Curitiba, em família tradicional, e viveu quase toda sua vida no bairro Batel. Atuava como vigário paroquial da Igreja dos Passarinhos há 11 anos”, comenta o pároco da Nossa Senhora das Dores, padre Gabriel Figura.

Vida religiosa

Ordenado padre em 1942, monsenhor Vítola foi vigário paroquial da Catedral Metropolitana de Curitiba nos dois primeiros anos de sua vida religiosa. Também exerceu as funções de ecônomo (administrador) da mitra da arquidiocese e professor, tendo como alunos, segundo padre Gabriel, o arcebispo emérito de Londrina, dom Albano Cavallin, e o arcebispo emérito de Curitiba, dom Pedro Fedalto.

O corpo do religioso está sendo velado, desde a tarde de ontem, na Igreja dos Passarinhos. Hoje, às 9h, será realizada missa de corpo presente, celebrada pelo arcebispo metropolitano de Curitiba, dom Moacyr José Viti. Após a celebração, o corpo será levado ao cemitério Parque Iguaçu, onde será enterrado às 11h.