O servidor aposentado Marcondes de Almeida Macedo foi despejado ontem da casa onde morava há 38 anos, dentro da Escola Estadual Maria Aguiar Teixeira, no bairro Capão da Imbuia, em Curitiba. Por decisão judicial, ele teve de deixar a residência, por estar dentro de um terreno público.

Segundo o oficial de justiça Altamir Narciso, que executou a ordem judicial, Macedo era funcionário da Secretaria de Educação e atuava na escola como vigia. Há sete anos, ele se aposentou e o Estado pediu para que Macedo deixasse o local.

O governo entrou na Justiça para conseguir a reintegração de posse. O aposentado recebeu avisos, mas a situação culminou no despejo, com reforço policial, a partir da ordem judicial emitida pela 4.ª Vara da Fazenda Pública de Curitiba.

A defesa do aposentado ingressou com uma ação indenizatória alegando que ele ajudava nas atividades da escola, mesmo após a aposentadoria. Macedo e a esposa foram para a casa de parentes. A assessoria da secretaria informa que esse caso foi um fato isolado e que teria acontecido pela primeira vez no Estado.