O Mutirão da Cidadania na Regional da Cidade Industrial de Curitiba (CIC) foi encerrado ontem pela manhã pelo prefeito Beto Richa. Durante todo o dia, moradores de diversas regiões da cidade procuraram os serviços do mutirão, que ofereceu corte de cabelo, atendimento jurídico, informações sobre o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) e a Cohab, além de artesanato, feira gastronômica e até distribuição gratuita de cobertores para famílias previamente cadastradas. 

A dona de casa Valdete Ferreira, moradora da CIC, aproveitou o mutirão em um sábado ensolarado para fazer a inscrição na Cohab e renovar a carteirinha do Armazém da Família, já que a região vai ganhar uma instalação nos próximos dias. ?É a primeira vez que venho. Estou adorando, pois dá para fazer muita coisa em um dia?, comentou.

A auxiliar de cozinha Márcia Pires atravessou a cidade de ônibus (do Ahú até a CIC), com uma filha no colo, para ganhar um cobertor. ?Toda vez que tem mutirão eu dou um jeito de vir. É muito bom para a gente?, disse. A fila do cobertor, entregue pelo vice-prefeito Luciano Ducci, estava enorme, assim como a procura pelos cortes de cabelo e pela entrega de mudas. Também era grande o movimento nas barraquinhas de saúde, que mediam a pressão arterial, além daquelas que ofereciam massagem.

Durante o encerramento, o prefeito Beto Richa anunciou a transformação da área do mutirão em um parque. O nome do local será escolhido pela comunidade. A nova área, localizada ao lado do Colégio Estadual Teotônio Vilela, terá 70 mil metros quadrados, com lagos e equipamentos de lazer. ?A nossa intenção é acabar com o abrigo de marginais aqui?, comentou o prefeito. Ele também lembrou dos postos de saúde construídos na região, e em toda Curitiba. ?Na campanha, tínhamos o objetivo de construir e reformar pelo menos 25 unidades de saúde, mas já conseguimos realizar isso em 33. Até dezembro, queremos construir e reformar 45?, informou.

O Armazém da Família na região, que em breve ficará pronto, oferecerá produtos em média 30% mais baratos do que os vendidos nos supermercados tradicionais. ?E oferecemos produtos de qualidade, porque sabemos que a CIC é uma das regiões mais carentes da cidade, mas onde moram pessoas honradas?, disse Richa. Com relação aos mutirões, o prefeito afirmou que eles fazem parte de uma ?mudança de conceito? da cidade, de uma nova ?visão para administrar?. ?Nossa administração olha para os bairros periféricos da cidade, que são os que mais precisam do poder público?, lembrou.