A Cidade Industrial de Curitiba (CIC) se destaca não apenas pelo complexo industrial que comporta, mas pela área que ocupa, além da população. São cerca de 4 mil hectares de área, onde vivem aproximadamente 160 mil pessoas.

“Eu gosto de morar aqui. Estamos servidos em tudo: comércio, postos de saúde, escolas, transporte”, comentou a feirante Olinda Azevedo, que mora no CIC há 26 anos. “Só o ônibus da Linha Alimentador demora um pouco para passar. Também as consultas com médicos especialistas demoram um pouco”, salientou, acrescentando que a falta de policiamento é outro problema.

Para Frederico Alves Pinheiro, que trabalha com carro de som, a CIC é “a prima pobre de Curitiba.” “O governo recolhe impostos das empresas aqui instaladas, mas não aplica no bairro”, lamentou. “O resultado é que faltam empregos e incentivo à cultura. O Carnaval mais próximo, por exemplo, foi no Fazendinha, e a população não tem dinheiro para ir”, lamentou.

Segundo ele, um bairro do porte da CIC também merecia a implantação de uma Rua da Cidadania. “A gente está reivindicando há muito tempo, e até agora nada foi feito.”