Moradores da região do Parolin realizaram uma manifestação na manhã desta terça-feira (17) devido à desativação de um ponto de ônibus na Rua Luiz Gaspari. A estação-tubo Avenida República, no sentido Vila Hauer, foi desativada na sexta-feira (13) e, na segunda, foi desativada no sentido Portão.

Cerca de 40 pessoas participaram do protesto entre 9h e 12h, bloqueando a passagem com um sofá em chamas. A estação-tubo mais próxima fica a cerca de 800 metros dali, na Av. Presidente Wenceslau Braz. Um dos integrantes do movimento, o músico Fábio Guimarães, reclama que, além de o ponto ficar muito longe, o caminho cruza ruas muito movimentadas, o que dificulta o percurso, principalmente para idosos e deficientes.

Guimarães afirma que não é a primeira vez que a Urbanização de Curitiba S/A (Urbs) tenta retirar o tubo.  “A população sabe que o plano deles era desativar a estação. A informação que chegou até a gente é que nosso ponto agora seria na Wenceslau Braz, esquina com a Rua Major João de Carvalho”, afirmou.

A assessoria de imprensa da Urbs informou que a retirada é temporária e que em 30 dias o ponto será reativado a 200 metros dali. A medida faz parte do conjunto de obras do trinário da Linha Verde. Segundo a Urbs, o plano havia sido comunicado à comunidade local.