Basta chover um pouco mais forte para que a Rua Amantino Pereira de Azevedo, no bairro Bonfim, em Almirante Tamandaré, Região Metropolitana de Curitiba, fique alagada. Segundo pessoas que vivem no local, a falta de manilhas e a existência de bueiros entupidos são a causa do problema.

“Em dias de chuva forte, a rua fica tomada por uma água preta e mal cheirosa, que chega trazendo um monte de lixo. Não conseguimos sair para fora de casa sem nos molhar”, comenta o aposentado Aristides Morais, que vive há quatro anos no Bonfim.

A dona de casa Maria Luiza Miodutzki, que tem casa na rua há doze anos, teme pela saúde dos filhos, de 7, 19 e 22 anos de idade. Ela conta que a água já entrou dentro do quarto de seu filho mais velho e que chegou a abrir buracos no muro de casa para que o líquido pudesse escoar.

“Ficamos com medo toda vez que chove um pouco mais forte. Já pensei até em ir embora da Amantino Pereira por causa do problema”, declara. O alagamento geralmente também se concentra em frente a uma creche, que tem como nome Bonfim. Nos dias em que a rua fica tomada pela água, os pais encontram dificuldades para levar seus filhos até a instituições.

“Os adultos têm que carregar as crianças, muitas vezes com a água até o joelho. A situação fica feia e dá muito medo quando isto acontece”, diz o aposentado Eurídes Alves Costa, que também tem residência na rua há doze anos.

Prefeitura

O secretário municipal de Obras Públicas de Almirante Tamandaré, Dilaor João Machado, afirma conhecer os problemas existentes na Rua Amantino Pereira de Azevedo.

Segundo ele, o mau tempo tem dificultado os trabalhos de manutenção no lugar. “Só estamos aguardando o tempo melhorar para realizar serviços de limpeza e desobstrução de bueiros na rua”, informa.