O corpo do advogado Fernando Affonso Alves de Camargo, de 85 anos, foi enterrado ontem, às 10h30 no Cemitério Municipal São Francisco de Paula, em Curitiba. Fernando, que morreu anteontem, foi um dos fundadores de O Estado, no dia 17 de julho de 1951, e da Tribuna do Paraná, no dia 17 de outubro de 1956. Ele participou da criação dos dois diários, que foram fundados para disputar com outros dois jornais da época o mercado da comunicação impressa no Paraná.

Os dois títulos publicados pela Editora O Estado do Paraná também serviram de apoio para o ex-governador Bento Munhoz da Rocha. Em 1962, a empresa foi vendida e integra hoje o Grupo Paulo Pimentel.

Fernando Afonso Alves de Camargo deixa viúva Regina Gema Glock de Camargo, os filhos Marco e Carlos Alves de Camargo, e três netos.