Foto: Moreira Mariz

O empresário não resistiu a um enfarte e morreu em Curitiba.

O empresário Cecílio do Rego Almeida, de 78 anos, proprietário, entre outras empresas, da Construtora C.R. Almeida, uma das maiores empreiteiras do País, morreu neste sábado (22), de enfarte. Segundo as informações, ele tinha se sentido mal e foi levado ao Hospital Santa Cruz, em Curitiba, durante a madrugada, mas não sobreviveu. O sepultamento deve acontecer às 17 horas de amanhã no Cemitério Parque Iguaçu.

Nascido em Óbidos, no Pará, Almeida foi vendedor de laranjas e mensageiro do correio. Em Curitiba, para onde se mudou na adolescência, construiu a carreira de empresário, impulsionado, principalmente, pela construtora. Criada em 1957, ela cresceu durante o governo de Juscelino Kubitschek construindo estradas pelo interior do País. Almeida era também um dos sócios da Ecovia Caminhos do Mar, responsável pela administração da BR-277 entre Curitiba e o litoral do Paraná. Empresário controverso, foi acusado de ter se apropriado de uma área de aproximadamente 6 milhões de hectares, no Pará.

Em 1992, Almeida foi apontado pela revista americana Forbes como um dos homens mais ricos do mundo, com uma fortuna estimada, à época, em US$ 1,3 bilhão. O empreiteiro é pai do deputado federal Marcelo Almeida (PMDB), que já foi secretário de Obras do governador Roberto Requião (PMDB). O deputado é um dos pretendentes do partido para concorrer à prefeitura de Curitiba.