Via mal sinalizada e com iluminação insuficiente. Estes fatores tornam a Rua Vereador Wadislau Bugalski, em Almirante Tamandaré, muito perigosa para motociclistas, principalmente em noite chuvosa. Por volta das 20h desta segunda-feira (16), Lourival Rodrigues de Oliveira, 43 anos, seguia de motocicleta sentido Curitiba quando bateu na traseira de um caminhão estacionado no acostamento, mas com parte da lateral fora da faixa.

O motorista havia parado o veículo naquele local para ir à uma lanchonete que fica em frente. Pouco tempo depois de estacionar, houve a batida. Lourival sofreu lesões graves na cabeça e morreu na hora. A motocicleta dele, uma Honda CG 150 cilindradas, teve a parte da frente destruída na pancada contra o para-choque.

 Amputado

Há cerca de três semanas outro motociclista sofreu acidente grave, a poucos metros de onde Lourival perdeu a vida. Na noite de 22 de fevereiro, Rafael Amaral, 28, retornava para casa e se perdeu em uma curva. Ele subiu com a motocicleta na calçada, em seguida bateu contra um poste. Um pé dele foi arrancado no impacto e o outro precisou ser amputado no hospital.