Amadeu ?Dragão? e seu triciclo enfeitado:
filhos criados e companhia da mulher.

Passear de motocicleta, conhecer pessoas e fazer novas amizades ? esta é a receita dada por quase todos os motociclistas para explicar uma vida aventureira, sempre na estrada. Hoje é o último dia do 4.º Guar@motos ? encontro de motociclistas que deve atingir a marca de 5 mil participantes em Guaratuba, litoral sul do Estado.

Ontem, um grupo de quase quinhentas motos e triciclos, organizados pelos Sesc Portão, partiu de Curitiba com destino ao evento. Na concentração feita em frente ao Palácio Iguaçu, o que se pôde notar é que a paixão pelas motos envolve pessoas de todas as idades.

Um exemplo é a pequena Taís Caroline Pinheiro, de 6 anos. Ela acompanha seu pai, Hélio “Java” Pinheiro há cerca de um ano. O gosto pela velocidade atrai a menina. “Gosto porque ela anda rápido”, contou sobre sua experiência com a moto.

Java faz parte do grupo Dragões da Noite e anda de moto há doze anos. Ele disse que antes levava seu outro filho, mas como ele cresceu agora Taís virou a mascote. “Nós motoqueiros não somos bem vistos por algumas pessoas. Mas na verdade o ambiente em encontros como esse é extremamente familiar. Convido essas pessoas a virem ver como é que as coisas acontecem”, disse Java.

Amadeu Correia, o “Dragão da Estrada”, anda de moto há mais de 35 anos. Seu último triciclo foi montado por ele mesmo, cheio de adereços curiosos, principalmente um dragão. Ele contou que tem quinze motos e o melhor da vida de motoqueiro é fazer amizades. Quanto à família ele disse não se preocupar. “Meus filhos já estão crescidos e minha mulher me acompanha na estrada”, contou Dragão.

Profissão e lazer

De segunda a sexta, Cléverson Alves utiliza sua moto como ferramenta de trabalho, pois é motoboy. Já nos fins de semana, aproveita a intimidade com o veículo de duas rodas e sai pelas estradas fazendo amizades nos encontros de motoqueiros. “É um veículo que pode ser arriscado, mas procuro não correr muito para não ter problemas”, disse, destacando que sonha em poder incrementar mais sua moto, que comparada com as de seus colegas ainda é bem simples.