O motorista Fulgêncio José da Silva, 53 anos, passou mal enquanto dirigia o ônibus da linha Água Verde/Abranches na esquina da Rua Bento Viana com a Avenida Água Verde, por volta das 16h45 deste sábado (21).

Com o mal súbito, ele atravessou o cruzamento, colidiu levemente na lateral direita de um veículo Peugeot 206 de cor preta e invadiu a calçada, atingindo uma cabine telefônica que fica em frente ao posto policial do Cemitério Água Verde. Ninguém ficou ferido no acidente.

Segundo o cobrador Luciano Francisco Schwartz, o seu colega já apresentava um comportamento estranho enquanto o veículo subia a rua Professor Assis Gonçalves, e assim que o ônibus colidiu ele assumiu o volante e desligou o veículo para evitar que qualquer outro problema ocorresse.

O motorista do carro disse que, após o acidente ele foi conversar com o motorista do ônibus e ele estava tremendo e espumando pela boca. O motorista foi retirado do ônibus por populares e recebeu os primeiros socorros na calçada.

A ambulância do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou no local por volta das 17h30, o que provocou a irritação das pessoas que acampanhavam o acidente.

O representante da Auto Viação Redentor, empresa na qual o motorista trabalha, chegou a ligar para o Samu por volta das 17h15 cobrando agilidade no socorro. O motorista foi encaminhado para o hospital.

Adriano Naressi