O motociclista Wilson Roberto de Lima Filho, 22 anos, morreu ao ser atingido por um Ford Ká, por volta das 21h de quinta-feira, no Capão da Imbuia. Ele trafegava com uma moto Honda pela Rua Nivaldo Braga, rua preferencial, quando o motorista do carro o atingiu. Ele chegou a ser socorrido pelo Siate, mas morreu na ambulância. De acordo com a Polícia Militar, o motorista do Ká, Paulo Roberto Bastos Pequeno, 58 anos, fez o teste do bafômetro, que apontou 0,47 mg/L. Ele foi encaminhado à Delegacia de Delitos de Trânsito, onde foi autuado em flagrante por homicídio culposo e embriaguez ao volante.

De acordo com o delegado Eric Guedes, o motorista contou que não viu a moto. “Ele disse que o motoqueiro estava com o farol apagado, por isso não o viu, mas temos testemunhas que dizem o contrário e fica claro que os sentidos dele estavam alterados por causa da bebida”, disse. Paulo pagou fiança, um valor não divulgado, e foi liberado. “Ele responde ao processo em liberdade, mas fica, mais uma vez, o exemplo do que o álcool faz com as pessoas”.