Representantes do Ministério Público do Paraná, da Articulação dos Povos Indígenas do Sul, das Secretarias Estaduais de Assuntos Estratégicos, Saúde, Educação e Abastecimento, FUNAI, FUNASA, EMATER, FIEP, CONAB, Alcoólicos Anônimos, entre outros órgãos, reúnem-se nesta terça-feira (11) para discutir o problema do alcoolismo e da dependência de drogas entre os povos indígenas do Estado.

É a segunda reunião promovida pelo Centro de Apoio às Comunidades Indígenas, órgão do Ministério Público do Paraná, para debater o assunto. A primeira foi realizada em 21 de outubro. O objetivo é efetivar ações na área de prevenção e tratamento, junto a cinco aldeias-piloto, localizadas em Manoel Ribas, Nova Laranjeiras, São Miguel do Iguaçu, Mangueirinha e São Jerônimo da Serra. O encontro de terça será às 14h30, na sede da Procuradoria-Geral de Justiça.