Uma mulher, de 51 anos, morreu atropelada por sua caminhonete S10, na entrada da chácara onde morava com o marido, na Rua Maria Lúcia Locher de Athayde, Parque Diadema, na Cidade Industrial. Julieta Isabel Ventura trabalhava num shopping de Curitiba e teria descido do veículo para abrir o portão ao chegar do trabalho, por volta das 23h de quarta-feira. Ela deixou o freio de mão desengatado e o carro teria começado a andar.

Julieta tentou segurar o veículo, que ia em direção a um riacho. Ela caiu debaixo do carro e foi atropelada. “É isso que a gente pode deduzir”, diz o metalúrgico Luiz Amilton, que também trabalha na chácara. Foi ele quem encontrou o corpo da mulher, por volta das 7h de ontem. “Primeiro vi o portão aberto e pensei que tinham assaltado a dona Julieta.

Fui chegando mais perto e reparei que o sapato dela estava caído no chão e então vi o corpo debaixo da caminhonete. Pelo jeito, ela tentou segurar o carro, escorregou para debaixo do carro”, descreveu.

Susto

O marido de Julieta é metalúrgico e trabalha de madrugada. Ao chegar em casa, pela manhã, a tragédia já havia acontecido. “Fazia alguns minutos que eu tinha encontrado o corpo”, lamentou o vizinho. Segundo Luiz, o casal tinha dois filhos e morava na chácara alugada há cerca de um ano.