Em matéria divulgada na Agência Estadual de Notícias, a comunicação cita os inúmeros projetos que passaram pelas mesas de reuniões do Governo do Paraná nos últimos 20 anos. A população paranaense foi testemunha dessas promessas. Agora, o atual governador Ratinho Júnior empenhou sua palavra de que finalmente a revitalização da orla de Matinhos, no litoral do Paraná, será realidade, com investimento de R$ 377,85 milhões em uma primeira etapa de obras.

O investimento prevê intervenções ao longo de 6,3 quilômetros, entre a Avenida Paraná e o Balneário Flórida. A segunda parte incluirá 1,7 quilômetros, entre Flórida e Saint Ettiénne. O prazo para conclusão das obras é de 32 meses. “Uma promessa que ouço desde quando era criança, quando visitava o Litoral com o meu pai, e que agora sairá do plano da teoria para beneficiar milhares de pessoas do Paraná”, disse Ratinho Jr.

+ Leia mais: Problemas de estiagem devem continuar em Curitiba com a chegada do inverno seco

“Esse projeto contempla geração de empregos, desenvolvimento econômico, urbano e sustentável, além da preocupação com o meio ambiente. Não aguentava mais ver Santa Catarina virar Miami e o Paraná o Haiti”, afirmou, numa comparação esquisita.

Quer dar uma olhada nas mudanças propostas pelo projeto? Veja o vídeo a seguir.

O governador reforçou que a reestruturação da região a partir da orla de Matinhos vai além de melhorar a infraestrutura para quem costuma passar a temporada de verão nas praias paranaenses. Segundo ele, o objetivo é mitigar os efeitos causados pela erosão marinha e também contribuir para o controle das cheias na região. Ou seja, uma ação permanente que pretende acabar com as cheias e enchentes tão comuns na cidade, com reflexo em aspectos sanitários e de saúde. “É o maior investimento em uma orla na América do Sul”, disse

O pacote para e região contempla ainda os projetos de duplicações (JK e PR-407), a ponte ligando Matinhos a Guaratuba e a transformação da residência oficial do governo na Ilha das Cobras na Escola do Mar.

As obras

Esta fase inicial do projeto de Recuperação da Orla de Matinhos compreende os serviços de engorda da faixa de praia por meio de aterro hidráulico, estruturas marítimas semirrígidas, canais de macrodrenagem, redes de microdrenagem (22,7 mil metros), revitalização urbanística da orla marítima com o plantio de árvores nativas, bem como a pavimentação asfáltica (62,3 mil metros quadrados) e a recuperação de vias.

Somente no engordamento da faixa de praia serão instalados 2,7 milhões de metros cúbicos de areia, com o avanço da área estimado de 70 a 100 metros.

+ UM Dois Esportes: Com Covid-19, presidente do Coritiba, Renato Follador, está em estado grave

Nos primeiros 6,3 quilômetros, da Avenida Paraná até o Balneário Flórida, serão instalados também dois guias correntes, dois headlands e um espigão. Haverá, ainda, a instalação de novos equipamentos urbanos, como ciclovia, pista de caminhada e corrida, pista de acessibilidade e calçada.

A parte que será licitada também já conta com todos os licenciamentos. Foi emitido o Licenciamento Prévio (LP) para as obras de micro e macrodrenagem e o Licenciamento de Instalação (LI) para o engordamento da faixa de areia, a revitalização paisagística e as infraestruturas existentes no projeto.