Na véspera do feriado de Páscoa, o secretário da Saúde do Paraná, Beto Preto, fez um apelo aos paranaenses para que evitem viagens e reuniões, ainda que familiares, durante os dias de folga. “Ainda não é o momento de viajar, de visitar os parentes, de fazer uma aglomeração familiar. As melhores intenções de encontrar a família, o pai, a mãe, são substituídas depois pelas noticias da contaminação de alguém”, disse o secretário à Agência Estadual de Notícias.

LEIA MAIS – Litoral do Paraná segue com barreiras sanitárias pra evitar a entrada de turistas na Páscoa

Este mês de março foi o que registrou o maior número de casos e de mortes no Paraná, desde o início da pandemia de coronavírus no estado, há um ano. Foram 4.171 vítimas da covid-19, segundo os dados o boletim da Secretaria da Saúde (Sesa), além de 136.866 confirmações da doença.

Mesmo com um esforço concentrado para ampliar as vagas de UTI para o tratamento da doença, a ocupação dos leitos em todo o estado segue em alta. Após inaugurar novas vagas, na segunda-feira (29), baixando para 93% a taxa de ocupação, o índice voltou a subir rapidamente, atingindo 95% de lotação das UTIs Covid-19 no estado nesta quarta-feira (24). Na capital, o índice permanece em 100% de lotação desde o dia 18 de março.

LEIA AINDA – Obra da Sanepar vai deixar bairros de Curitiba e RMC sem água por dois dias

“Nós estamos aqui lutando todos os dias pra diminuir o número de casos, mas nós precisamos do apoio de vocês porque não está fácil. Está difícil, dramático, pessoas esperando mais de 24 horas intubadas numa unidade de atendimento, aguardando a transferência para um hospital”, apela Beto Preto.

Para tentar conter o fluxo de turistas, as cidades do litoral paranaense mantêm barreiras sanitárias em 11 pontos de acesso aos municípios. Apenas moradores e prestadores de serviços essenciais têm a passagem liberada. Em todo o Paraná, permanece em vigor o decreto 7.230/2021 que, entre outras restrições, estabelece o toque de recolher entre as 23h e as 5h da manhã.

De acordo com o boletim epidemiológico de quarta-feira (31), o Paraná já soma 16.600 mortes pela covid-19, além de 840.728 casos confirmados da doença e mais 14.109 em investigação.