O Natal foi menos violento que o do ano passado nas estradas paranaenses, se consideradas as médias diárias. Neste feriado, foram cinco dias de operação, dois a mais que em 2011. Foram 533 acidentes, que deixaram 32 mortos e 402 feridos. No ano passado, esses números foram 397 acidentes, 24 mortes e 316 feridos. A quantidade de autuações aumentou, principalmente pelo maior rigor da Lei Seca.

Nas rodovias federais, foram registrados 341 acidentes, uma média de 69 por dia. No ano passado, aconteceram 268 acidentes em três dias de recesso, o que representa 89 ocorrências diárias. As médias de mortos e feriados também diminuíram. Em 2012, 13 pessoas morreram e 215 ficaram feridas – 2,6 e 43 por dia, respectivamente. No ano passado, foram 10 mortos e 183 feridos -3,3 e 61 por dia, respectivamente.

Estaduais

Nas rodovias estaduais, foram registrados 192 acidentes (38,4 por dia), com 19 mortos e 187 feridos (3,8 e 37,4 por dia). No ano passado, aconteceram 129 acidentes (43 por dia), com 14 mortos e 133 feridos (4,6 e 44,3 por dia, respectivamente).

De acordo com o inspetor da PRF, Cristiano Mendonça, a fiscalização foi reforçada para mudar as estatísticas. “Com isso, o número de autuações e prisões também aumenta. Com as novas regras da Lei Seca, podemos prender os motoristas que se recusarem a fazer o bafômetro”, explica.

Autuações

Segundo ele, a PRF aplicou 171 autuações e efetuou 72 prisões neste ano -34,2 e 14,4 por dia. Em 2011, foram expedidas 52 autuações e 24 motoristas foram presos -17,3 e 8 por dia. Já as equipes da PRE aplicaram 3127 autuações, 625,4 por dia, neste ano. No ano passado, foram 1210 -403,3 autuações diárias. Os dados de prisões efetuadas pela PRE não foram divulgados.