Mais uma vez o Litoral do Paraná convive com dias bastantes instáveis. A chuva que cai na região já fez os municípios de Morretes e Pontal do Paraná atingirem acumulados superiores a 200 mm desde as 5 horas da manhã desta quinta-feira (19). As informações são do Simepar.

Segundo o instituto, o mau tempo também eleva a atividade marítima costeira e provoca alerta de ressaca.

LEIA MAIS: ESTRAGO NO LITORAL!

As chuvas constantes afetaram, sobretudo, Pontal do Paraná, onde há alagamentos por causa do aguaceiro. Segundo a Defesa Civil do Paraná, 12 famílias tiveram que ser desalojadas. Elas moram próximo ao canal de acesso à Ilha do Mel, cujas águas excederam o nível normal e invadiram alguns imóveis no entorno.

No Balneário Atami, também em Pontal do Paraná, pelo menos uma rua ficou alagada por causa do excesso de chuva.

As chuvas, apesar disso, têm sido bastante localizadas, explica o Simepar. Enquanto em Paranaguá choveu 0,2 mm, no balneário de Pontal do Sul, em Pontal do Paraná, foram registrados 192 mm de chuva no mesmo período. Em Guaratuba, o volume contabilizado até ao meio-dia era de 53 mm.

De acordo com o instituto, a previsão é que a baixa pressão atmosférica posicionada sobre o oceano, na altura do Litoral do estado, contribua para a continuidade das chuvas na região.

A última ressaca registrada nas praias do estado ocorreu no final de outubro. Na época, o fenômeno provocou diversos estragos em Guaratuba, Matinhos, Pontal do Paraná e Ilha do Mel.

Na semana passada, as chuvas causaram interdição da PR-407, em Paranaguá, no sentido Praia de Leste. Foram quase 10 horas de bloqueio.