O primeiro sorteio milionário do Nota Paraná – programa estadual que devolve parte do imposto pago nas compras – foi realizado nesta segunda-feira (9), em Maringá. A fatia de R$ 1 milhão foi para um consumidor de Faxinal, no Norte do Paraná. Já os dois prêmios seguintes, de R$ 200 mil, seguem para Curitiba e Cafelândia, no Oeste.

LEIA MAIS – Feirão em Curitiba alivia dívidas em até 98% e sorteia jantar com cantora em Salvador

Ao todo, 1.964.833 pessoas físicas (CPFs), com 15.483.595 bilhetes, estavam concorrendo aos 40.103 prêmios, cuja soma chega a R$ 2,8 milhões. As notas fiscais utilizadas para computar os bilhetes foram de compras de novembro de 2019. Para saber se está entre os contemplados, o usuário pode acessar o site do programa.

Outra novidade desta edição de março é o sorteio separado para consumidores e entidades sociais. As associações sem fins lucrativos concorrem a prêmios que, juntos, chega, a R$ 2,2 milhões. Participaram neste mês 1.219 instituições, com 3.854.721 bilhetes.

Como participar

Para receber de volta o dinheiro do ICMS e participar dos sorteios, é necessário informar o CPF na hora da compra. Além de um cupom pela primeira compra do mês, independentemente do valor, cada R$ 200 em compras renderá um novo bilhete. Depois, é necessário se cadastrar no site do Nota Paraná e clicar em autorizar a participação no sorteio. O programa permite também pedir a nota sem a identificação do documento e fazer a doação para uma entidade filantrópica.

Como resgatar o dinheiro

Quem for resgatar créditos do programa Nota Paraná para conta bancária tem que pagar pelo serviço, no valor de R$ 1,81. A cobrança passa a valer a partir da segunda transferência feita pelo usuário no ano, seja pessoa física, jurídica ou entidades sem fins lucrativos cadastradas no programa.

LEIA NA TRIBUNA – Refis do IPVA: PR estuda forma pra inadimplentes pagarem imposto

Até janeiro de 2018, a taxa do serviço não era repassada ao consumidor. A exceção é o Banco do Brasil, por ser a instituição financeira oficial do estado. Neste caso, correntistas do Banco do Brasil não terão o desconto em qualquer solicitação de crédito.