Maior espetáculo a céu aberto do mundo, a Paixão de Cristo em Nova Jerusalém (PE) esperava receber 10 mil pessoas somente na Sexta-Feira da Paixão (21).

Segundo os organizadores, cerca de 80 mil pessoas devem passar pelo local em uma semana de encenação, que está na 41ª edição. As apresentações começaram no dia 15 e terminam neste sábado (22).

Em entrevista do Programa Revista Brasil, da Rádio Nacional, o coordenador e produtor da Via Sacra em Nova Jerusalém, Robinson Pacheco, revelou números que comprovam as dimensões do espetáculo.

Entre elenco, figurantes e equipe de apoio, a Paixão de Cristo reúne mil pessoas, em uma preparação que começou em agosto.

O cenário, que reproduz a Jerusalém da época da morte de Cristo, tem 100 mil metros quadrados, o que torna o local o maior teatro ao ar livre do mundo.

Na avaliação de Pacheco, o maior diferencial da Paixão de Cristo em Nova Jerusalém é a interação com o público, que se move por diversos cenários durante a representação da morte e ressurreição de Cristo.

?Depois da segunda cena, o público passa a fazer parte do espetáculo. Aonde Jesus vai, o povo o acompanha e se sente integrado aos artistas?.

Filho de Plínio Pacheco, que projetou e construiu a cidade de Nova Jerusalém, Robinson recordou como surgiu a idéia.

"Tudo começou com o meu avô, que apreciava teatro. Em 1951, ele decidiu encenar a Paixão de Cristo para aumentar o movimento no hotel da família, que ficava vazio durante a Semana Santa".

Cinco anos mais tarde, Plínio Pacheco, um jornalista gaúcho e oficial da Aeronáutica, fez uma reportagem na região. Após se casar com a mãe de Robinson, ele se envolveu com a montagem da Paixão de Cristo.

Em 1962, elaborou o projeto para reconstruir Jerusalém em pleno município de Brejo de Madre de Deus, a 180 quilômetros de Recife.

?Tudo surgiu de uma brincadeira do meu avô que deu certo?, relembra Robinson. ?Hoje, Nova Jerusalém faz parte do calendário turístico nacional e conta com atores conhecidos em todo o país?.

A entrada para o evento custa R$ 30 neste sábado (22). O acesso ocorre pela BR-232, que sai de Recife.

Os visitantes podem se hospedar na pousada que funciona no terreno em que fica Nova Jerusalém. Mas caso o movimento esteja intenso, é possível conseguir acomodação em Caruaru, a 50 quilômetros do local do espetáculo.